Diferença entre Ortodontia e Odontologia Miofuncional

Diferença entre Ortodontia e Odontologia Miofuncional

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quando falamos sobre Odontologia Miofuncional e a Myobrace®, mencionamos o uso de aparelhos intraorais. Ao mencionar a palavra “aparelho”, é muito comum que haja a confusão de considerar esse tratamento como ortodôntico.

Neste artigo, explicaremos a diferença entre a Ortodontia e a Odontologia Miofuncional, um tratamento inovador e tecnológico. Continue sua leitura e saiba mais.

O que é a Ortodontia?

Como sabemos, a Ortodontia é uma especialidade odontológica que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada. Através de histórico médico e dentário, exames clínicos, moldes de gesso da arcada dentária, fotografias e radiografias, os ortodontistas recomendam o tratamento ortodôntico mais adequado para cada caso.

A Ortodontia trabalha com diversas modalidades de tratamento, as mais conhecidas são os aparelhos fixos com bráquetes e os aparelhos móveis.

Odontologia Miofuncional: o que é?

A Odontologia Miofuncional é uma filosofia de tratamento que surgiu na Austrália e tem como objetivo a reeducação da musculatura orofacial, ou seja, corrigir maus hábitos miofuncionais — a origem dos problemas ortodônticos — com a utilização de aparelhos intraorais, exercícios e técnicas específicas para cada caso.

A Odontologia Miofuncional proporciona benefícios para pacientes de todas as idades e entre as disfunções tratadas por ela, podemos citar a respiração bucal, a deglutição atípica e o posicionamento incorreto da língua; os chamados maus hábitos miofuncionais, responsáveis por maloclusões, distúrbios respiratórios do sono e desordens da ATM.

Ortodontia X Odontologia Miofuncional.

Como é possível observar, ambos os métodos de tratamento utilizam aparelhos. A Ortodontia utiliza aparelhos fixos e também móveis, mas que, principalmente no início — fase de colocação do aparelho — e em consultas de manutenção e ajustes, podem causar sensibilidade e dor no paciente.

Além disso, devido à dificuldade que os aparelhos fixos causam na higiene bucal, é possível que detritos causem problemas gengivais, periodontais, manchas ou até mesmo cáries. Isso, é claro, não significa que o posicionamento correto dos dentes não seja alcançado, mas sim que existem algumas limitações e dificuldades no tratamento. O foco da Ortodontia é o alinhamento dos dentes, ou seja, ela trata o sintoma: dentes tortos.

Já a Odontologia Miofuncional tem uma linha de tratamento diferente, apesar de também utilizar aparelhos. Praticada por dentistas do mundo inteiro, a Odontologia Miofuncional age na causa do problema, reeducando e corrigindo as questões que causam as maloclusões.

odontologia miofuncional, odontologia miofuncional o que é, odontologia miofuncional cursos, ortodontia miofuncional, odontologia, ortodontia

Myobrace® e Odontologia Miofuncional.

A Myobrace ® é uma marca estabelecida pela empresa Myofunctional Research desde 1989, especializada no desenvolvimento de sistemas de aparelhos intraorais projetados para tratar as causas de maloclusões, disfunções de ATM e Distúrbios Respiratórios do Sono.

O Sistema Myobrace® é um método comprovado e está presente em mais de 100 países, sendo a referência mundial em Odontologia Miofuncional.

A Myobrace®, além de ser referência em Odontologia Miofuncional, é referência na criação de aparelhos miofuncionais, o que chamamos acima de aparelhos intraorais.

Diferentemente dos aparelhos ortodônticos que são mais duros, ásperos e desconfortáveis, os aparelhos miofuncionais da Myobrace® são pré-fabricados, confeccionados em silicone médico, com uma textura bem macia e experiência de uso mais confortável.

Os aparelhos não são fixos, utilizados somente de 1 a 2 horas por dia e à noite enquanto o paciente dorme. Com esse pouco tempo de uso, eles conseguem estimular o desenvolvimento de hábitos miofuncionais corretos, seu objetivo.

Apesar de criar dúvidas em profissionais pelo fato de ser pré-fabricado, ou seja, não ser feito com o molde exato da boca do paciente, é preciso compreender que o foco da Odontologia Miofuncional não está no sintoma (que são muitas vezes os dentes apinhados ou outras maloclusões), mas no problema por trás disso.

Pesquisas afirmam que 75% das pessoas têm sinais de maloclusões e desenvolvimento facial incorreto, portanto, é natural que elas possuam maus hábitos miofuncionais que vão causar ou facilitar a recidiva após o tratamento ortodôntico convencional.

Quando a Odontologia Miofuncional é aplicada, seu objetivo é reeducar o paciente em seus hábitos miofuncionais para tratar os problemas odontológicos na sua origem e não nos seus sintomas. 

É possível a obtenção da correta respiração pelo nariz em vez da respiração bucal, o posicionamento adequado da língua na boca e a reeducação dos músculos orais para que funcionem do jeito certo, agindo positivamente na saúde global do paciente, alcançando o alinhamento natural e orgânico de cada paciente. 

Como os aparelhos miofuncionais agem?

Após o correto diagnóstico feito por um especialista em Odontologia Miofuncional — que se torna especialista através de cursos específicos — o tratamento consiste em dois processos básicos: o uso de aparelho Myobrace® e a prática de exercícios e técnicas para estimular os hábitos miofuncionais corretos.

Conforme a fase de dentição do paciente, o especialista recomendará uma categoria de aparelho Myobrace®. Esses aparelhos contam com dispositivos específicos para diferentes casos, como o estímulo correto do posicionamento da língua ou correção da deglutição atípica, entre outros.

Esses aparelhos miofuncionais, criados pela Myobrace®, têm dispositivos específicos pensados para certas questões ou contextos. Dependendo do modelo, eles podem ter pequenos espaços para acomodar bráquetes, caso o paciente já utilize Ortodontia fixa. 

Também podem ter certas protuberâncias para desestimular hábitos orais negativos, ensinando o paciente tanto de forma subconsciente, durante o sono, quanto de forma consciente, quando do uso acordado, a não cometer maus hábitos. 

Essa forma de tratamento visa não só a questão estética, mas melhorar a qualidade de vida do paciente.

Benefícios da Odontologia Miofuncional para o paciente e para o cirurgião dentista.

O tratamento com Odontologia Miofuncional é adequado para diversos casos:

  • Problemas ortodônticos (sobremordida, mordida aberta ou cruzada, prognatismo, diastema);
  • Distúrbios Respiratórios do Sono (ronco, Apneia Obstrutiva do Sono);
  • Bruxismo;
  • Disfunção da articulação temporomandibular.

Esse tratamento pode ser aplicado em crianças, adolescentes e adultos, podendo ser iniciado aos 3 anos e sem limite máximo de idade.

Com os aparelhos do Sistema Myobrace®, seus pacientes ganham agilidade no tratamento através de um método simples, eficaz e que diminui as chances de recidiva, ganhando mais qualidade de vida ao tratar diversos problemas.

Os benefícios também são observados para o profissional e sua clínica, pois você otimiza seu tempo de cadeira utilizando protocolos simples com aparelhos pré-fabricados, aumentando sua receita, já que terá mais disponibilidade de atendimento e se destacando da concorrência, ao oferecer um tratamento completo, com tecnologia de ponta e que pode ser aplicado em toda a família do paciente.

Quando o profissional deseja aplicar a Odontologia Miofuncional, cursos são necessários. É preciso estudar o assunto para se capacitar adequadamente, diagnosticar e tratar as disfunções dos pacientes. Para isso, a Myobrace® dispõe de diversos cursos para você ter mais conhecimento a respeito da área.

Ofereça aos seus pacientes o tratamento que eles merecem. Clique aqui e torne-se um Especialista Myobrace® em Odontologia Miofuncional.

myobrace, odontologia, odontologia miofuncional

Acompanhe nossos canais

Receba os melhores conteúdos

Inscreva-se gratuitamente